Tentação

Neste último sábado, fui abordado na rua por uma pessoa, que não conheço, me oferecendo por um preço de “ocasião” um produto de meu interesse, por apenas R$ 50,00, que numa loja deveria custar em torno de R$ 700,00. A tentação foi enorme, relutei comigo mesmo pra não aceitar a proposta, talvez eu até tivesse aceitado, se não perguntasse de nota, procedência, etc. No desenrolar, ele disse que o tal aparelho estaria “penhorado” pra pagar uma dívida, e o valor que eu daria, seria pra pagar o “resgate” e ainda sobrar alguma coisa pra comprar uma pedra.
Argumentei com ele que até tinha interesse, mas nessas condições, não poderia aceitar, porque, no fundo, alguém estaria perdendo, ou ele, por vender tão barato, ou alguém que teria sido furtado.
A lição que tiramos disso tudo, é que a tentação ela nos ataca na nossa parte mais sensível, e é difícil resistir a ela, e, o que nos parece ser uma grande oportunidade hoje, pode nos trazer grandes transtorno amanhã.

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: