A madrugada

É na madrugada que meus pensamentos vagueiam pela cidade, procurando razões, respostas para perguntas que insistem indagar, soluções para problemas que a luz do dia não dissipam.
É na madrugada que o frio se torna mais intenso, as horas são mais longas, o vazio é maior e o silêncio me faz ouvir as batidas do coração
É na madrugada que filmes passam pela minha cabeça, lembranças de momentos que não voltam, planos que nunca passaram de intenções e olhares que marcaram minhas lembranças.
É na madrugada, quando todos dormem, que minha cabeça voa, bate asas como águia e pousa nas lembranças que tenho dos melhores momentos da minha vida, os quais nada e nem ninguém será capaz de apagar da minha memória

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: